Com a popularização das câmeras digitais, muita gente deixa de se importar com a qualidade das câmeras do telefone. O problema é que terminam esquecendo que esta é a que sempre acompanha, afinal, ninguém sai de casa sem o celular.

Então, em qualquer lugar que esteja, quando surge a oportunidade de tirar uma foto, o celular pode ser a sua única opção. Como escolher uma boa câmera?

Primeira questão: tirar as fotos

As câmeras de telefone possuem um grande problema: a cada dia, queremos celulares menores. Isso diminui o tamanho das lentes e, como consequência, a qualidade das fotos. Há também vários fatores que influem na qualidade das fotos, confira:

Lentes

É importante testar e ver por quem a lente é fabricada. Por exemplo, se a Sony fabrica câmeras digitais, provavelmente as lentes dos seus telefones também terão qualidade. Às vezes, uma empresa fabrica para outras, ou, como no caso da Apple, não há indicação de quem é o fabricante da lente.

A lente é a maior responsável pela qualidade da imagem. Muita gente compra câmeras pensando em megapixels, mas estes medem a capacidade de ampliação. A lente é a responsável pela nitidez e a claridade das fotos. Por isso, é sempre bom testar a câmera antes de comprar, já que esta qualidade não é medida em números.

CMOS, o que é?

É o sensor, que transforma a luz em bits, que cria a foto digital. O dado importante é saber a quantidade máxima de imagens que capta por segundo, porque isso influi bastante na qualidade dos vídeos.

Megapixels

É, a grosso modo, o tamanho da foto. Mede-se pela multiplicação da quantidade de pixels horizontais pelos verticais. Por exemplo, 2 megapixels (que é o tamanho da imagem HD) são 1920 pixels na horizontal multiplicados por 1080 na vertical. Quanto mais megapixels, melhor a ampliação da foto, mas isso não necessariamente significa uma melhor qualidade.

Outro fator importante é o zoom. Normalmente, o zoom de câmeras de celulares é digital, ou seja, é uma ampliação feita por software. Neste caso, quanto mais megapixels, melhor a imagem.

Memória

Além de tirar as fotos, é preciso guardá-las. Lembre-se que as fotos com muitos megapixels ocupam espaço, e se o seu celular não tiver muita memória ou espaço para cartões, é possível que não possa tirar muitas fotos.

Flash

Algumas câmeras de celular já possuem um flash pequeno, para fotos noturnas ou em lugares escuros. É um recurso interessante, mas que consome muita bateria, o que nos leva a mais um item.

Bateria

A bateria e o consumo desta são duplamente cruciais na hora de escolher um telefone: se usar muito o flash, por exemplo, e acabar a bateria, você também ficará sem telefone até poder recarregar outra vez. Portanto, é importante saber se a câmera consome muita bateria, se é fácil recarregá-la ou ter baterias extras disponíveis.

Segunda questão importante: como tirar as fotos da câmera

Hoje nem sempre é um problema importante, mas em alguns celulares antigos era praticamente impossível fazer download das fotos do aparelho: só com um cabo especial que nem sempre vinha de fábrica e era difícil de encontrar.

Atualmente, os celulares 3G ou wifi, que acessam normalmente a web, já possuem recursos para compartilhar estas fotos. Porém, é importante saber se o telefone possui bluetooth ou cabo usb para conectar ao computador e tirar as fotos para que possam ser usadas em redes sociais, impressoras etc.

Nada se compara ao prazer de registrar os melhores momentos de sua vida, com a praticidade do celular. Fique atento às peculiaridades de cada modelo e a compatibilidade destas características com o seu estilo de vida. E boas fotos!

Comparador de produtos

(0)