As Câmeras digitais revolucionaram o processo de captura de imagens e tornaram a fotografia uma atividade extremamente popular, pois os custos e as dificuldades para praticá-la caíram vertiginosamente, se tornando acessível à grande parte da população.

Cada vez mais a tecnologia permite que fotógrafos amadores consigam bons resultados com câmeras digitais. Porém, agora o objeto já se tornou tão comum que a praticidade de observar as fotos num visor digital e transferi-las para um computador ao invés de pagar por uma revelação não são mais os atrativos principais.

Os fabricantes tem buscado criar novos recursos que otimizem sua utilização e sirvam de diferencial entre uma câmera e outra. Os compradores não procuram mais apenas por fatores como uma alta capacidade de armazenamento e resolução. Em suma, os gigabites e megapixels não brilham mais sozinhos.

Entre esses recursos é possível encontrar reconhecimento de sorrisos, localização de face, correção de olhos vermelhos, aviso e extração de piscadas, entre muitos outros.

Reconhecimento de rostos

Uma tecnologia já utilizada em computadores para facilitar a catalogação de imagens migrou para as câmeras digitais. É a detecção facial, também chamada face detection, que reconhece rostos e faz com que o processo de composição, exposição e foco sejam facilitados

Sorria e seja fotografado automaticamente

Aquelas frases que serviam para avisar aos fotografados o momento certo de sorrir estão com os dias contados. É que várias câmeras de uso pessoal tem apresentado o recurso de reconhecimento de sorrisos, chamado geralmente de smile timer ou smile shutter. A própria câmera dispara o obturador automaticamente ao identificar os sorrisos, facilitando a vida de quem quer guardar as recordações das festas em família, das férias na praia, etc.

Geralmente esse recurso trabalha em conjunto com o recurso apresentado anteriormente: primeiro é detectado o rosto, a câmera é regulada automaticamente e só então reconhece o sorriso e dispara o obturador.

E pra caber a família toda?

Quando muitas pessoas estão sendo fotografadas ao mesmo tempo, é o primeiro sorriso que é identificado pela câmera. Algumas câmeras permitem que, através de um toque na sua tela de LCD, a pessoa cujo sorriso vai disparar a fotografia seja selecionada.

Ambos os recursos funcionam da seguinte forma: a câmera procura por predefinições que informam ao sensor que determinados pixels juntos com características de luminosidade e cor relativas, caracterizam as partes de um rosto.

Após rosto, é a vez da detecção do sorriso, que se dá a partir de um processo de refinamento do face detection, através da busca de uma alteração nos pixels que correspondem à boca. A mudança do seu formato e na cor da área, graças aos dentes, são os sinais necessários para que o processador da câmera informe que é hora de realizar a captura da cena.

A utilização do recurso é simples, assim como o uso da maioria das câmeras digitais pessoais, mas é bom lembrar que apesar de bastante avançada, a tecnologia ainda não atingiu a perfeição, logo, há alguns problemas identificados, como a impossibilidade de fotografar manualmente enquanto o recurso de identificação do sorriso está ativo, além da dificuldade da câmera em reconhecer rostos que não estejam totalmente de frente para ela.

Esses recursos simplificam o processo fotográfico, sendo ideais para quem procura fotos de qualidade sem precisar ter muito trabalho na hora do clique. Como tudo que envolve tecnologia, a tendência é que se tornem cada vez mais refinados e eficazes.

Fotos tremidas? Nunca mais!

Sabe aquela foto que deveria ter ficado linda, mas que não prestou porque, na hora de clicar, a mão do seu tio tremeu?  Existe um recurso nas câmeras digitais mais recentes criado especificamente para evitar isso. É o chamado estabilizador de imagens

O recurso, chamado por algumas marcas de Steadyshot,  foi concebido para reduzir a vibração e proporcionar imagens bem definidas, já que câmeras leves são mais suscetíveis à qualquer tremulação fora de hora. É, basicamente,  um sensor interno que permite fotografias com nitidez mesmo com a câmera em movimento.

Panorâmica

Além dos recursos que permitem a identificação e memorização dos rostos, a captura a partir do sorriso, a eliminação de fotos tremidas, surgiu recentemente a possibilidade de fazer fotografias panorâmicas através da captura contínua.

A câmera constrói a foto através de uma varredura e une as imagens de forma automática, seja em paisagens verticais ou horizontais. É muito mais praticidade para quem antes precisava de um tripé e um programa de edição para produzir boas panorâmicas.

Mania de 3D

A febre dos cinemas e televisões 3D atingiu o mundo da fotografia. Entre os recursos mais recentemente permitidos pelo avanço da tecnologia está a possibilidade de produzir fotos e vídeos em três dimensões com uma câmera fotográfica compacta.

Isso se dá atrás de câmeras com duas lentes que possuem um processador CCD cada uma, para que a mesma imagem seja capturada através de ângulos diferentes, o que cria o efeito tridimensional.

Essa tecnologia dispensa a utilização de óculos 3D para ver as fotos e os vídeos na própria câmera, mas fora dela existe um empecilho: é necessário adquirir um porta retrato específico ou imprimir as fotos em um papel especial. É um recurso que se torna caro mas pode proporcionar muita diversão.

Comparador de produtos

(0)