Os condicionadores de ar estão entre aparelhos mais procurados nas estações mais quentes. Quando o verão se aproxima aqui no Brasil, a corrida por um exemplar é acirrada, esgotando estoques e aumentando a conta de energia de quem adquire mais um dispositivo. 

De fato, permanecer num ambiente fechado cuja temperatura não está agradável aos padrões do corpo é uma tarefa bastante desconfortável. Mas esse desconforto pode ser facilmente evitado, basta saber como escolher o aparelho certo para deixar a temperatura ideal.

Quem pensa que basta escolher o aparelho com a maior potência do mercado e instalar em um cômodo qualquer, está enganado. No caso dos aparelhos de ar condicionado, o resultado seria um ambiente frio demais e, com isso, desconforto.

Então, como descobrir a potência certa para o cômodo onde você quer instalar o aparelho?

Primeiro é preciso saber qual é a unidade de medida usada para definir a capacidade térmica dos condicionadores de ar. Essa unidade é o BTU, abreviação para British Thermal Units, e equivale a cerca de 252 calorias ou 1055 joules.

A capacidade de cada aparelho deve ser observada no ato da compra, mas não é somente a ela que devemos prestar atenção. Existem inúmeras variáveis que influenciam no cálculo que define a potência correta do condicionador de ar para cada ambiente, como a iluminação, a incidência de sol, o número de janelas e a quantidade de pessoas que ficarão ali, por exemplo. A maioria dos cálculos que indicam a relação entre área e BTU considera duas pessoas no ambiente.

Para calcular a carga térmica de um ar condicionado a ser instalado numa casa com alta incidência de sol ou em um apartamento de cobertura,  deve-se considerar 800 BTUs por metro quadrado. A cada pessoa a mais, deve-se acrescentar 600 BTU/h, assim como para cada equipamento eletroeletrônico.

Siga este exemplo:

Se considerarmos um sala onde trabalham 4 pessoas, em um escritório com insolação e cuja medida é de 20m², a carga térmica será calculada da seguinte forma:

(medida do cômodo) x 800 BTUs/h + (600 BTUs/h x número de pessoas extra) = carga térmica ideal.

Logo, 20m² x 800 BTUs + (600 BTUs x 2) = 17.200 BTU/h

Já numa construção sem insolação ou que não seja de cobertura, deve-se utilizar a medida de 600 BTU/h por metro quadrado, 600 BTU/h para cada pessoa adicional e também 600 BTU/h para cada equipamento eletrônico.

Ou seja, numa casa SEM insolação ou apartamento que não seja cobertura:

(medida do cômodo em metros quadrados) x 600 BTUs/h + (600 BTUs/h x número de pessoas extra) = carga térmica ideal.

Logo, num cômodo de 15m²  utilizado por duas pessoas, como um quarto de casal por exemplo, o resultado é o seguinte:

10m² x 600 BTUs + (600 BTUs x 2) = 7.200 BTU/h

Aprendendo estes cálculos básicos fica mais fácil compra o seu ar-condicionado. Lembre-se: a escolha da potência correta significa um ambiente refrigerado na temperatura ideal, além da de uma boa economia na conta de energia.

Comparador de produtos

(0)