Na hora de decidir que tipo de monitor é o mais indicado para o seu computador, a quantidade de opções é tão grande que confunde muitos usuários. Algumas pessoas, para evitar decidir, terminam levando o mais barato, o mais caro ou o igual ao de um amigo ou conhecido, sem prestar atenção as suas próprias necessidades, e terminam não fazendo uma boa compra.

As principais características são:

Tamanho

Os monitores são medidos em polegadas. A diferença entre os CRT e os LCD é que a área útil dos LCD é completa, então um LCD de 19” exibe imagens maiores que um CRT de 19”. Além disso, os LCD ocupam menos espaço.

Resolução

A quantidade de pixels (pontos) coloridos na tela, que formam a imagem. Normalmente os fabricantes informam a quantidade máxima de pixels em horizontal x vertical, ou seja, 1600 x 1200 pixels significa 1600 de largura e 1200 de altura. Quanto mais pixels, mais definida é a imagem, permitindo uma melhor qualidade.

Frequência de atualização de imagem

A medida de velocidade de atualização da imagem dos monitores é medida em Hertz (Hz), e quanto mais rápido, melhor, principalmente para a exibição de filmes ou jogos. O padrão mínimo de velocidade atualmente é de 60Hz, e é preferível já ter uma tela capaz de atualizar a 70 ou 80. Além disso, a maior capacidade de atualização diminui o efeito de vista cansada, sendo mais recomendável para quem usa o computador durante muito tempo.

Tamanho de ponto (dot pitch)

Vimos que a resolução dos monitores é medida pela quantidade de pontos na tela. O dot pitch é a distância desses pontos entre si. Quanto mais próximos, mais definida fica a imagem, principalmente vista de perto. Se você olhar muito de perto um monitor CRT, fica mais fácil ver os pontos quadrados iluminados, porque possuem um dot pitch  de 0,28mm. Como para melhorar a resolução o que necessitamos é diminuir a distância, quanto MENOR o dot pitch, melhor.

Controles do monitor

Quase todos os monitores digitais hoje em dia possuem OSC (On Screen Control - controle em tela), ou seja, permite ajustar configurações no próprio monitor, sem recorrer ao sistema operacional. Por exemplo, cores, contraste, brilho, frequência, alguns permitem até mudar resolução. Os imprescindíveis são os controles de posição da imagem, tamanho vertical e horizontal, tom e brilho. Os controles de distorção, que ajudam a manter a tela em formato retangular e de manter as bordas da imagem retas e de evitar desmagnetização também são bastante recomendáveis.

Conexões

Há muitos tipos de saídas de monitor, o que merece um artigo a parte, mas a grosso modo, é importante saber que os monitores vem com saída VGA e S-Video, normalmente, e que é uma vantagem, principalmente nos novos LCD as saídas DVI e HDMI, que permitem a entrada de imagens digitais, em muito melhor qualidade.

 

Finalidade

Uso

Fator mais importante

Monitor para office e internet

Para usos prolongados, por exemplo trabalho todo o dia, recomenda-se monitores LCD que cansam menos a vista. Não é necessário uma grande resolução, mas às vezes um tamanho maior pode ser mais útil ao lidar com muitos arquivos diferentes.

LCD de tamanho normal para não cansar a vista.

Para jogos

Aqui, o mais importante é a resolução e a frequência de atualização. Como as imagens mudam constantemente e a reação do jogador é importante, se o monitor é lento, pode atrapalhar a jogabilidade.

Monitor com alta velocidade de atualização e resolução.

Para CAD, design, trabalhos de vídeo

Aqui, quanto maior o espaço da tela e a resolução, mais preciso vai ser o trabalho. Então, é recomendado um monitor grande e de alta qualidade, e às vezes até um monitor extra, para programas ou ferramentas usadas em paralelo.

Foco no tamanho da tela, ou às vezes, dois monitores.

Para filmes

Um monitor TV, e com entradas digitais, para aproveitar ao máximo a qualidade da televisão digital ou de DVDs.

Monitor TV

 

Comparador de produtos

(0)