Os fornos de micro-ondas são grandes aliados de quem busca praticidade e agilidade no preparo dos alimentos. Hoje, com a evolução da tecnologia e o acréscimo de funções, é possível fazer as mais variadas receitas nos micro-ondas, mas ainda há algumas especialidades que ficam a cargo do bom e velho fogão.

Cozinhar e descongelar 

 A variedade de alimentos feitos especialmente para o preparo no forno de micro-ondas é enorme. De carnes a sanduíches, passando por vários tipos de massa, os alimentos semi-prontos ajudam quem não dispõe de muito tempo para cozinhar.

Porém, o aparelho também serve aqueles que buscam receitas mais elaboradas, sem perder a praticidade. É possível cozinhar, descongelar carnes, aves e peixes e até fazer sobremesas como brigadeiro.

Dourar

Até pouco tempo era uma função exclusiva dos fogões. Com a adição de um grill em alguns modelos mais recentes, você já pode dar aquela caprichada nas suas receitas. Como funciona? Simples: uma resistência elétrica é adicionada à parte superior da cavidade do aparelho, servindo principalmente para gratinar e dourar os alimentos. Em alguns exemplares é também possível fazer uso simultaneamente da resistência elétrica e da função de cozimento do micro-ondas.

Fritar

 No micro-ondas, além de não ser possível controlar a temperatura do óleo, seu formato não foi projetado para fritar e sim para cozinhar, através do aquecimento das moléculas de água presentes nas comidas. Por isso, os fabricantes não recomendam que você tente fazer algum tipo de fritura no aparelho. Essa ainda é uma função exclusiva do fogão.

Como utilizar melhor o micro-ondas?

 O segredo para utilizar o micro-ondas é dominar a combinação entre tempo e potência de cozimento. Alimentos pouco densos tomam menos tempo para cozinhar. Há alguns aliados para ajudar a aproveitar melhor o forno.

Recipientes refratários são fabricados especificamente para o micro-ondas, utilize-os quando a embalagem original de algum alimento não puder ir ao aparelho, como acontece com o leite em caixa, por exemplo.

Filmes retém calor, o que deixa certos alimentos encharcados.  Se precisar utilizá-los, coloque-os de forma a não encostar-se ao alimento e deixe uma abertura em um dos cantos. Você também pode utilizar papel manteiga ou toalha.

Os recipientes plásticos que podem ir ao micro-ondas apresentam indicações já na embalagem, portanto, leia tudo antes de utilizar e faça um pequeno corte para permitir que o vapor escape.

Lembre-se:

  • Garrafas e vidros fechados não devem ir ao micro-ondas.
  • Dentro do micro-ondas o cozimento não é feito por igual. Daí a importância dos pratos giratórios. Não deixe de utilizá-los.

Afinal, o que é melhor?

 O fogão é mais versátil, o micro-ondas é mais prático. No fogão dá para fritar, no micro-ondas dá para descongelar. Ambos servem para cozinhar, mas o micro-ondas é mais rápido. Por um lado, dizem que tudo fica mais saboroso no fogão, por outro o micro-ondas apresenta uma utilização mais agradável, já que não esquenta o ambiente, tornando melhor a experiência de cozinhar.

A escolha vai depender das suas preferências e do uso que pretende fazer. Aqui, uma tabela resumindo para ajudar na decisão:

 

 

No Fogão

No micro-ondas

Preparar frituras

X

 

Preparar sobremesas

X

 

Cozinhar (com exceção de ovos)

X

X

Cozinhar ovos e outros alimentos com cascas

X

 

Descongelar

 

X

Reaquecer

X

X

Comparador de produtos

(0)