Desde julho de 2006, o Inmetro tornou obrigatório o uso de válvula de segurança em fogões e fornos a gás, sejam eles de fabricação nacional ou importada. A medida visa proporcionar maior segurança para as famílias visto que tanto o gás encanado (natural) quanto o gás de botijão (GLP) podem causar intoxicação e demais acidentes em caso de vazamento.

Como funciona?

O funcionamento da válvula de segurança impede a passagem de gás caso o fogo se apague acidentalmente ou quando o mesmo não acende apesar do botão ter sido acionado. Desta forma, o gás não se acumula no ambiente, o que poderia causar acidentes como explosão em caso de contato com uma faísca ou pelo simples clique de um interruptor de luz.

Geralmente, os manuais de instrução fornecidos pelos fabricantes explicam detalhadamente o funcionamento da válvula de segurança de cada modelo. É comum, usuários desavisados reclamarem que o forno não funciona, simplesmente porque ignoraram as recomendações contidas no manual. Por isso, antes de usar seu fogão – ou qualquer outro tipo de eletroeletrônico – leia atentamente o manual de instruções.

Utilizações e vantagens

Como o nome sugere, a válvula contida nos fogões é indispensável para a segurança de toda família e até da vizinhança. O ideal é que este dispositivo seja acionado sempre que o fogão não estiver sendo usado, principalmente, em residências com crianças.

Também é recomendado utilizar a válvula de segurança para interromper o fornecimento de gás todas as noites, em caso de viagens ou mesmo em saídas de poucas horas. Desta forma, o gás não irá vazar, o que tornaria a ar impróprio podendo ocasionar intoxicação e até óbito. Além do risco iminente de explosão por escapamento de gás.

Outros cuidados favorecem a segurança como, por exemplo, trocar a mangueira e o regulador de pressão dos fogões e fornos a gás a cada cinco anos de uso, prazo de validade destes artigos.

Para ficar de olho

  • Mantenha sempre os cabos das panelas virados para dentro do fogão.
  • Desde cedo ensine as crianças sobre os riscos relacionados ao fogo e não permita que os pequeninos criem o hábito de mexer no forno ou fogão.
  • Observe sempre com bastante atenção se existe algum tipo de escapamento de gás. Para isso, passe uma esponja com sabão na mangueira e em suas respectivas conexões com o botijão e o fogão. Caso surjam bolhas é sinal de que há vazamento. Jamais use fósforos, isqueiros ou similiares para testar com a chama se há escapamento, esta prática pode ocasionar incêndios ou explosões.

Caso suspeite de um vazamento de gás, entre em contato com a empresa fornecedora e o Corpo de Bombeiros da sua região imediatamente.

Comparador de produtos

(0)